Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Amcred-SC

Associação das Organizações de

Microcrédito e Microfinanças

de Santa Catarina

(48) 3348-0110

Ícone do YouTube Ícone do Facebook

Menu Botão do menu responsivo

Notícias

Imagem de linha

SGC DE MICROCRÉDITO INICIA OPERAÇÕES EM SANTA CATARINA

24/11/2017

A SC Garantias, primeira Sociedade Garantidora de Crédito (SGC) especializada em microfinanças, emitiu as sete primeiras cartas de garantias complementares para microempreendedores individuais (MEIs) da região de São Miguel do Oeste, em Santa Catarina. As operações serão viabilizadas pelos aportes financeiros do Sebrae Nacional e das Oscips filiadas à Amcred/SC ao fundo de risco da SGC.

 

Emitir 2,7 mil cartas de garantias complementares nos primeiros 12 meses de operação para micro empresas e microempreendedores individuais (MEI). Essa é a meta que a SC Garantias pretende alcançar até outubro do próximo ano. A garantidora de crédito foi criada para atuar exclusivamente com o universo das microfinanças em todo estado de Santa Catarina.

Segundo o presidente da SC Garantias, Julio Burigo, essa meta é totalmente factível em função de os convênios que foram firmados pela SGC com as organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips), que são filiadas à Associação de Organizações de Microcrédito e Microfinanças de Santa Catarina (Amcred/SC). “Conseguimos a adesão de 13 das 16 Oscips associadas à Amcred/SC. Partiremos, portanto, de uma carteira ativa de 62 mil clientes, sendo que a imensa maioria tem dificuldades de atender às exigências de garantias para acessar linhas de microcrédito”, afirma Burigo.

O dirigente acrescenta que as 13 parceiras possuem uma grande capilaridade e capacidade de atendimento do público-alvo da SC Garantias. “As Oscip(s) cobrem todas as regiões do estado, possuem mais de 600 funcionários e contam com cerca de 300 agentes de crédito, que já foram capacitados para operacionalizar nossas cartas de garantias”, destaca.

A variação das cartas será de R$ 3 mil – valor mínimo ‑ e de R$ 15 mil – teto máximo – e o percentual de cobertura das garantias complementares oscilará entre 50% a 80% de cada linha de crédito. Essas condições servirão de parâmetro para atender às demandas tanto de empreendedores formais quanto informais.

Foi dada a largada

Em outubro e novembro, a SGC emitiu as primeiras sete cartas para MEI(s) dos municípios de São Miguel do Oeste (04), Chapecó (01), São Lourenço do Sul e Itapiranga (01). O valor das garantias variou entre R$ 2,4 mil e R$ 12 mil. O início das operações é resultado da parceria da SC Garantias com a Extracred, Oscip de microcrédito, que atua na região de São Miguel do Oeste. Essa experiência foi relatada, na terceira semana de novembro, aos participantes do 3º Seminário de Microfinanças, promovido pela Amcred/SC, com apoio da SC Garantias, do Sebrae/SC, da Credioeste, do Badesc e da Prefeitura de Chapecó.

Os convidados também participaram de um painel sobre as SGC(s), que contou com a presença do coordenador do projeto de garantias mútuas do Sebrae Nacional, Adalberto Luiz, do presidente da GarantiOeste/SC, Sérgio Perondi, e do consultor da Amcred/SC, Pedro Ananias Alves. “Reforcei o modelo de apoio do Sebrae a essas entidades, demonstrando os interesses e as preocupações para a melhoria do ambiente de acesso a crédito por parte dos pequenos negócios”, lembra Adalberto. “O dirigente da SGC fez um relato sobre a experiência da GaranteOeste/SC e o Pedro Ananias relembrou aos presentes os compromissos assumidos pela Amcred/SC com a constituição e apoio à SC Garantias”, complementa o gestor.

Parceiros financeiros

As cartas de garantias serão lastreadas por aportes financeiros do Sebrae Nacional no valor de R$ 4 milhões, bem como pelas contrapartidas das Oscips conveniadas, que contribuirão com a mesma importância para o fundo de risco da SGC. “Em setembro, o Sebrae depositou a primeira parcela de R$ 1 milhão. Já as nossas parceiras locais assumiram o compromisso de aportar suas contribuições em 24 parcelas mensais”, informa Júlio Burigo.

O dirigente também está negociando com o governo estadual de Santa Catarina a liberação de R$ 2 milhões para o fundo de risco da SC Garantias. “Estivemos reunidos na semana passada com o governador Raimundo Colombo, que deu ‘sinal verde’ para a Agência de Desenvolvimento de Santa Catarina (Badesc) reforçar nosso fundo garantidor”, comemora Burigo.

Nas próximas semanas, a SC Garantias e o Badesc definirão todas as questões operacionais para viabilizar o aporte de R$ 2 milhões ao fundo de risco da SC Garantias. “Vamos utilizar esses recursos para garantir as cartas a serem emitidas para empreendedores informais”, conclui o presidente da SGC.

 

Portal das SGC, Ronaldo de Moura

Matéria produzida em 22 de novembro de 2017.

http://www.garantidorasdecredito.com.br/sgc-de-microcredito-inicia-operacoes-em-santa-catarina/