Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Amcred-SC

Associação das Organizações de

Microcrédito e Microfinanças

de Santa Catarina

(48) 3348-0110

Ícone do YouTube Ícone do Facebook

Menu Botão do menu responsivo

Notícias

Imagem de linha

Tecnologia facilita acesso de pequenos empreendedores ao crédito

29/11/2017

O advento de novas tecnologias proporciona uma série de facilidades em diversos segmentos da sociedade. Para pequenos empreendedores, novas ferramentas ajudam a superar barreiras tradicionais como a burocracia, e facilitar, por exemplo, acesso ao crédito e informações que são fundamentais para o desenvolvimento do negócio.

Conforme o gerente de operações e inovação da Credisol (Oscip de Microcrédito), Eduardo R. Manenti, a tecnologia voltada a microfinança promove inclusão de mais pessoas às condições de empreender, já que facilita o uso, tem capilaridade e livra as pessoas do meio tradicional, burocrático e caro, que os grandes bancos impõem. A Credisol já disponibiliza, por exemplo, plataforma digital que efetua a liberação do crédito de forma online. “Facilita muito, traz agilidade, segurança e inclusão, já que aqueles que estão longe dos grandes centros podem movimentar os recursos através do site ou do aplicativo da instituição, sem depender do banco tradicional. Além disso, elimina custos e deixa de lado o uso do cheque ou dinheiro em espécie, permitindo, inclusive, que o microempreendedor não saia do trabalho para pagar boletos, uma vez que poderá ser feito sem custo”, explica.

Ainda de acordo com o gerente, o crescimento do empreendedorismo é percebido pela busca cada vez maior por crédito e orientação, e a tecnologia precisa ser uma aliada deste desenvolvimento. Nas relações internas de trabalho a tecnologia também já está presente e qualifica o atendimento. Os agentes de crédito contam com tablets equipados com ferramentas que trazem praticidade, economia e inteligência à gestão.

Diante de um cenário econômico em que o empreendedorismo ganha força, a tendência é o surgimento de tecnologias ainda mais inovadoras, que continuem proporcionando inclusão. “As Oscips de microcrédito estão engajadas neste processo de desenvolvimento”, conclui Manenti.